Exclusivo

Detidos estivadores de Setúbal ao serviço de cartéis da droga colombianos

Detidos estivadores de Setúbal ao serviço de cartéis da droga colombianos

Grupo, que integrava camionistas e um guarda, traficou mais de uma tonelada de cocaína no porto de Setúbal.

Um grupo de estivadores do Porto de Setúbal estava ao serviço de cartéis colombianos e, pelo menos, durante dois anos, retirou de contentores marítimos mais de uma tonelada de cocaína, transportada de barco até Portugal. A droga era, depois, entregue a diferentes traficantes. Na quinta-feira, dois dos estivadores foram detidos e outros cinco constituídos arguidos, durante uma operação da Polícia Judiciária (PJ). A organização contava ainda com a participação de camionistas (dois foram detidos) e de um militar da GNR, que estão entre os 12 arguidos indiciados.

O grupo estava organizado e cada elemento tinha as suas funções bem definidas para alcançar um só objetivo: retirar do porto de Setúbal a cocaína que chegava escondida em contentores marítimos. Contratados por cartéis oriundos da Colômbia, de onde a droga partia em direção à Europa, os estivadores recorriam a diferentes métodos. Na maioria dos casos, eram os próprios que, com informação fornecida pelos cartéis, abriam os contentores, retiravam a droga e faziam-na passar, discretamente, pelos portões do porto. Noutras situações, a droga era carregada para camiões controlados pelo grupo e disfarçada entre a carga legal que essas viaturas transportavam.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG