Bragança

Detidos mais três suspeitos da morte de Giovani

Detidos mais três suspeitos da morte de Giovani

A Polícia Judiciária deteve três homens suspeitos de estarem ligados às agressões que mataram um estudante de 21 anos em dezembro do ano passado, em Bragança. Cinco outros suspeitos já tinham sido detidos em janeiro.

Segundo um comunicado emitido esta manhã de segunda-feira, a PJ de Vila Real deteve três homens com idades entre os 24 e os 32 anos que terão participado nos acontecimentos que determinaram a morte de Luís Giovani Rodrigues, um estudante cabo-verdiano.

A Polícia Judiciária já havia procedido à detenção, no passado dia 16 de Janeiro de 2020, de cinco homens, com idades entre os 22 e os 35 anos.

Recorde-se que Giovani morreu a 31 de janeiro de 2019, dez dias após ter sido espancado à saída de um bar, em Bragança. A PJ terá conseguido identificar a maioria dos cerca de 15 homens que participaram nas agressões ao estudante e a alguns amigos deste, perto do bar Lagoa Azul, em Bragança.

Os agora detidos vão ser presentes às Autoridades Judiciárias competentes para interrogatório judicial e aplicação de medidas de coação tidas por adequadas.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG