Última Hora

Dez anos de prisão para padrasto que abusava de menina de 13 anos com conivência da mãe

Dez anos de prisão para padrasto que abusava de menina de 13 anos com conivência da mãe

Um homem do Porto que abusava sexualmente da enteada de 13 anos, com a conivência da mãe, foi esta quarta-feira condenado a dez anos de prisão efetiva. A mulher ficou com três anos de pena de prisão suspensa.

Segundo o processo, o homem abusava sexualmente da filha com a conivência da mãe, desde que a menor tinha 13 anos de idade, fazendo-o na própria residência da família, no Porto.

Os dois arguidos foram detidos em finais de janeiro deste ano pela Polícia Judiciária, na sequência de uma denúncia de uma pessoa de família que tomou conhecimento de que os pais da criança "obrigavam a vítima à prática de atos sexuais que eram consumados pelo progenitor" desde há pelo menos um ano, revelou então aquela autoridade.

O pai foi colocado em prisão preventiva e a mãe ficou obrigada a apresentar-se periodicamente às autoridades.

Outras Notícias