Exclusivo

Dois ex-secretários de Estado acusados no negócio milionário das PPP rodoviárias

Dois ex-secretários de Estado acusados no negócio milionário das PPP rodoviárias

Uma década depois do início da investigação, os ex-secretários de Estado de Paulo Campos e Carlos Costa Pina foram acusados, pelo Ministério Público (MP), de participação económica em negócio, no chamado "processo das PPP" (parcerias público-privadas) rodoviárias.

A acusação, de 6 deste mês, também visa um ex-administrador da Estradas de Portugal, Rui Manteigas, pelo mesmo tipo de crime.

Pelo contrário, o Departamento Central de Investigação e Ação Penal arquivou as suspeitas sobre três ex-ministros do Governo de José Sócrates: Mário Lino, das Obras Públicas, Transportes e Comunicações (2005-09); o seu sucessor, António Mendonça (2009-11); e Teixeira dos Santos, das Finanças (2005-11).

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG