Albufeira

Dona de casa de alterne falsifica cartões de crédito

Dona de casa de alterne falsifica cartões de crédito

Polícia Judiciária deteve burlona que usava terminal móvel de multibanco para testar clones.

A gerente de uma casa de alterne de Albufeira foi detida pela Polícia Judiciária (PJ) de Faro por suspeita de ter clonado e utilizado três dezenas de cartões de créditos de vítimas norte-americanas e do Canadá, que usou para fazer compras no valor de cerca de sete mil euros. O tribunal libertou-a com a obrigação de se apresentar três vezes por semana às autoridades. Foi nos últimos meses de maio e junho que a mulher, de 36 anos, terá conseguido ficar na posse dos cartões.

De acordo com informações recolhidas pelo JN, as bandas magnéticas dos falsos cartões eram clonadas a partir de originais e eram semelhantes graficamente aos da Visa.

Munida do terminal multibanco portátil do bar de alterne que gere, o "Relax", a mulher deslocou-se a centros comerciais da zona de Albufeira. Lá verificava, num primeiro tempo, se o cartão funcionava e depois entrava nas lojas para fazer compras.

No total, a suspeita terá conseguido obter produtos de beleza, comida e bebida valendo sete mil euros. Mas a investigação ainda não terminou e é provável que surjam mais vítimas.

A mulher está indiciada por contrafação de cartões de crédito e falsidade informática.

Outros Artigos Recomendados