Torre de Moncorvo

Empresário detido para cumprir pena não é dono da Quinta da Terrincha

Empresário detido para cumprir pena não é dono da Quinta da Terrincha

Guilhermino Machado Pinto, o empresário de 75 anos detido, ontem, pela GNR de Mirandela, por ter mandados de detenção pendentes desde 2014, para cumprir uma pena de seis anos e meio de cadeia, "não é o proprietário da Quinta da Terrincha, no concelho de Torre de Moncorvo, nem nunca fez parte do Conselho de Administração nem de qualquer outro órgão", informa a administradora da Quinta da Terrincha, numa nota enviada ao JN.

Mónica Seixas Pinto, filha do detido, adianta que, retificando uma anterior informação noticiada pelo JN, a Quinta "é propriedade de Maria Odete Dias Seixas há mais de 28 anos". Odete Seixas é ex-mulher de Guilhermino Pinto que, entretanto, perdeu o apelido Seixas, pelo qual foi conhecido.

Refira-se que, ao que apurámos, Seixas Pinto foi detido ontem, ao início da noite, durante uma ação de vigilância, quando estaria a abandonar uma quinta no concelho de Torre de Moncorvo em direção a Vila Flor. Nessa altura, foi-lhe dada ordem de paragem pela GNR, que procedeu à sua detenção e transporte para o estabelecimento prisional de Vila Real.

O empresário terá agora de cumprir a pena de prisão de seis anos e meio a que tinha sido condenado por crimes de furto qualificado de viaturas, recetação e posse de arma proibida.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG