Polícia

Pinto da Costa absolvido no "Caso do Envelope"

Pinto da Costa absolvido no "Caso do Envelope"

O Tribunal de Gaia absolveu Pinto da Costa no "Caso do Envelope". Não foram dados como provados os factos imputados pela acusação.

Foram também absolvidos os outros dois arguidos, o árbitro Augusto Duarte e o empresário António Araújo.

O Tribunal referiu discrepâncias no testemunho de Carolina Salgado. Considerando não ser credível, a magistrada excluiu o testemunho da ex-companheira de Pinto da Costa.

Segundo o tribunal, não ficou provado que Pinto da Costa tenha pressionado árbitros e que o presidente do F. C. Porto tenha pago a Augusto Duarte.

De acordo com o Tribunal de Gaia, não foi igualmente provado que Augusto Duarte tenha beneficiado o F. C. Porto no jogo com o Beira-Mar (0-0), da 31.ª jornada da Liga de 2003/04, realizado em 18 de Abril. 

O presidente do F .C. do Porto, Pinto da Costa, e António Araújo, um empresário de futebol, estavam pronunciados pelo crime de corrupção desportiva activa e ao árbitro Augusto Duarte era imputado o crime de corrupção desportiva passiva.

O processo é um apêndice do megaprocesso "Apito Dourado" e tem como génese casos de alegada corrupção e tráfico de influências no futebol profissional e na arbitragem portuguesa.

ver mais vídeos