Justiça

Amigo de Sócrates ainda recebe do Grupo Lena

Amigo de Sócrates ainda recebe do Grupo Lena

Atualmente em prisão preventiva, o amigo de José Sócrates ainda recebe dinheiro do Grupo Lena. Os pagamentos a Carlos Santos Silva dizem respeito a um contrato com a Venezuela, para projetos de construção de 12500 casas.

O grupo de Leiria explica ao JN que começou a pagar a Carlos Santos Silva no segundo semestre de 2011 e que os pagamentos "ainda hoje decorrem em função dos trabalhos executados".

Além das casas prefabricadas - um negócio de 700 milhões de euros contratado mediante o empenho de José Sócrates, enquanto primeiro-ministro, e de Hugo Chávez, o falecido presidente da Venezuela - empresas de Santos Silva elaboraram projetos de "duas fábricas" e, em 2013, fizeram mais trabalhos. O conglomerado empresarial garante não ter havido qualquer "prémio" pago àquele que é apontado pelo Ministério Público como testa de ferro de Sócrates.

Leia mais na edição e-paper ou na edição impressa

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG