Operação Marquês

Sócrates não quer ir para casa com pulseira eletrónica

Sócrates não quer ir para casa com pulseira eletrónica

Pela vontade do procurador Rosário Teixeira, José Sócrates poderá sair da cadeia de Évora na próxima semana.

Pode passar a ficar sujeito à medida de coação de obrigação de permanência na habitação, com pulseira eletrónica, e ainda de proibição de contactos com os demais arguidos e outras personalidades, incluindo políticos.

Mas esta alteração do estatuto coativo só será admissível com o consentimento do ex-primeiro-ministro, cujo advogado argumenta que Sócrates deve ser libertado sem restrições. O consentimento terá de ser prestado pessoalmente perante o juiz Carlos Alexandre.

Leia mais na versão e-paper ou na edição impressa.

Operação Marquês

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG