V.N. Gaia

Embebedam cliente de bar para a violar

Embebedam cliente de bar para a violar

Passou a noite a beber e quando já estava num estado de semiconsciência, a cliente de uma discoteca de Mafamude, em Vila Nova de Gaia, foi violada pelo porteiro e pelo barman, no interior do estabelecimento.

Foi por estas suspeitas que os dois indivíduos, de 39 e 25 anos, ambos residentes em Gaia, foram detidos pela Polícia Judiciária do Porto. Ouvidos por um juiz de instrução criminal, foram colocados em prisão preventiva.

De acordo com informações recolhidas pelo JN, a vítima, com cerca de 30 anos, era cliente do bar e conhecia há meses o barman e o porteiro. Os três manteriam apenas relações cordiais durante as noites que a cliente passava na discoteca, situada na Rua Dr. António Luís Gomes, em Gaia.

Na noite de 27 de novembro do ano passado, a cliente abusou do álcool. Segundo a Polícia Judiciária, o barman ofereceu-lhe várias bebidas, "que lhe provocaram um estado de semiconsciência". A vítima foi ficando no interior da discoteca até ao seu encerramento. Ali, de acordo com a PJ, a mulher foi abusada sexualmente pelo dois indivíduos, que não terão usado preservativos.

Foi pouco depois de ter passado essa noite que a mulher foi apresentar queixa e que o caso foi parar aos inspetores da luta contra os crimes sexuais da PJ.

Por ter ficado num estado de semiconsciência, a mulher já nem se lembrava das bebidas que lhe tinha sido oferecidas e também sofreu falhas de memória. Ao longo de semanas, tentaram reconstituir todos os momentos da noite para conseguir chegar à identificação dos suspeitos.

Pelo que o JN apurou, os arguidos reclamam inocência e, pelo menos um deles, confirmou ter mantido relações sexuais com a cliente, mas assegurou tratar-se de uma noite de sexo consentido.

O juiz não acreditou na versão dos arguidos. Ambos ficaram na cadeia anexa à PJ.

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui

Outras Notícias