Exclusivo

Empresa de limpeza acusada de provocar surto de legionela

Empresa de limpeza acusada de provocar surto de legionela

A empresa responsável pela limpeza dos tanques de arrefecimento do Hospital São Francisco Xavier, em Lisboa, é apontada pelo Ministério Público como responsável pelo surto de legionela ocorrido a 30 de outubro de 2017 e que afetou dezenas de pessoas.

A Such-Veolia e dois técnicos, Álvaro Lopes e Marco Sabino, estão acusados do crime de violação de regras de manutenção e conservação, agravado pelas cinco mortes ocorridas, e 22 crimes de ofensas à integridade física negligente, duas das quais graves.

A Polícia Judiciária (PJ) tinha identificado 61 casos positivos, mas, durante o inquérito, 37 foram excluídos. Cinco desistiram da queixa e aos outros, apesar do diagnóstico positivo em exames à urina, não foram colhidas secreções respiratórias, pelo que não se apurou se houve contaminação pela estirpe em causa, pode ler-se nas 318 páginas da acusação.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG