Coimbra

Empresário condenado a prisão por fraude em fundos comunitários

Empresário condenado a prisão por fraude em fundos comunitários

O Tribunal de Coimbra condenou, esta sexta-feira, um empresário a seis anos de prisão por fraude na obtenção de fundos comunitários e por insolvência dolosa da empresa. O pai, com quem tinha a sociedade, foi absolvido.

Além do empresário, de 43 anos, foram ainda condenados o proprietário de duas empresas de Santarém, a quatro anos, e outros dois empresários, a dois anos e dois anos e três meses, respetivamente, os três com pena suspensa.

Entendeu o Tribunal que o responsável das empresas de Santarém ajudou o principal arguido na fraude de obtenção dos fundos e os outros dois empresários auxiliaram na insolvência dolosa.

Pai e filho tinham uma empresa de impressoras em Coimbra, tendo sido acusados pelo Ministério Público de ter empolado os custos do material e apresentado como despesas não elegíveis.

No total, a empresa terá lesado o Estado em 642 mil euros.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG