Arouca

Encena suicídio para fazer companheira voltar a casa

Encena suicídio para fazer companheira voltar a casa

Quando a GNR de Arouca recebeu uma chamada a avisar para um eventual homicídio seguido de suicídio de um casal, em Vila Coval, Rossas, cerca das três horas da madrugada, soou o alerta geral.

Amigos do homem tinham recebido um vídeo de paredes manchadas de sangue, dentro e fora da casa, e temeram o pior. Quando a tropa especial da GNR, vinda de propósito de Lisboa, entrou cautelosamente, o sangue ainda lá estava, mas a habitação estava deserta. O homem montou o cenário de forma a parecer que tinha tentado suicidar-se e, dessa forma, chantagear a companheira, que o tinha deixado, levando-a a reatar a relação.

O casal, na casa dos 30 anos, que não é natural de Rossas, vive ali há pouco tempo e a sua relação seria recente, mas ficará na memória da população, que apanhou um susto com as movimentações da GNR, na quinta-feira de manhã. "Foi um aparato e um alarmismo que só visto", comenta um morador de Rossas.

Ler mais na edição impressa ou na versão e-paper

Outros Artigos Recomendados