Investigação

Encontrada arma que terá sido utilizada no duplo homicídio de Valpaços

Encontrada arma que terá sido utilizada no duplo homicídio de Valpaços

Tiveram sucesso as operações de busca realizadas este domingo pela GNR nas imediações do local onde, no sábado, foram encontrados os corpos de um casal, em Avarenta, Valpaços.

Fonte ligada à GNR confirmou ao JN que foi encontrada uma arma de fogo que pode ter sido a que foi utilizada para cometer o crime. No entanto, ainda vão ser feitos exames periciais não só para aferir essa probabilidade, bem como chegar à identificação de quem a terá utilizado.

Recorde-se que, este domingo de madrugada, a PJ de Vila Real optou por deixar regressar a casa o principal suspeito deste crime, José Elias, cunhado das vítimas - Laurindo Cunha, de 52 anos, e Ana Paula Teixeira, de 49 - depois de várias horas de interrogatório.

O homem de 66 anos tinha sido transportado até à PJ de Vila Real, depois de ter sido abordado em casa por militares da GNR com base em relatos de moradores daquela aldeia de que existiam desavenças antigas e ameaças de morte.

Foram-lhe apreendidas duas armas de fogo (uma caçadeira e uma carabina) e sabe-se agora que não chegou a ser formalmente detido, mas antes levado para ser submetido a interrogatório e também como forma de precaver possíveis retaliações de alguns habitantes que estavam com os ânimos exaltados.

A PJ optou por enviar o suspeito para casa devido à falta de provas materiais do crime, tendo em conta que o suspeito não tinha qualquer vestígio de pólvora e que as duas armas apreendidas não terão sido as armas utilizadas no duplo homicídio.

As próximas horas serão decisivas para a investigação.

Outras Notícias