O Jogo ao Vivo

Em Atualização

Perímetro das buscas para encontrar Noah alargado a 20km

Perímetro das buscas para encontrar Noah alargado a 20km

Há 127 efetivos, incluindo mergulhadores, envolvidos nas buscas para encontrar Noah, de dois anos, desaparecido em Proença-a-Velha, desde quarta-feira. Perímetro alargado para 20 quilómetros. Pais participam ativamente nas buscas.

A GNR garante que as buscas vão decorrer até que haja uma resposta sobre o paradeiro do menino dado como desaparecido na quarta-feira, admitindo que se as previsões de chuva se confirmarem poderá dificultar as operações.

As autoridades querem fazer buscas de fora para dentro do perímetro delimitado, tendo em conta que uma criança pode caminhar até 30 quilómetros seguidos. A zona de buscas, que se estendia por uma área de cerca de cinco a dez quilómetros em torno da casa da família, foi agora alargada para 20 quilómetros, anunciou o capitão Jorge Massano, da GNR, num ponto de situação às 16 horas, junto à Igreja Matriz de Proença-a-Velha, concelho de Idanha-a-Nova, no distrito de Castelo Branco.

Esta nova estratégia vai assentar essencialmente em meios motorizados, que cobrem uma maior área de terreno em menos tempo. Mas continuam as buscas apeadas e com apoio de drones e de cães.

Outra área de buscas está centrada junto ao rio Torto, perto do qual foi encontrada uma t-shirt e pegadas de criança. A cerca de 1300 metros foram encontradas umas botas e uns calções de criança. É nesta zona que as autoridades estão "a exercer o esforço das buscas", adiantou o capitão Jorge Massano.

Os mergulhadores estão a fazer buscas no rio e a procurar eventuais pistas que possam levar a encontrar Noah nas linhas de água e poços existentes na zona de buscas.

PUB

Segundo a GNR, 127 operacionais participam nas buscas. Além de operacionais da GNR, estão também mobilizados agentes da proteção Civil, bombeiros e sapadores. Há ainda dezenas de voluntários civis a colaborar, numa operação coordenada pela GNR.

Os pais da criança estão também envolvidos nas buscas, admitiu o oficial de comunicação e relações públicas do Comando Territorial da GNR de Castelo Branco.

As pegadas foram encontradas numa zona que dista "um a dois quilómetros" da casa da família, disse Jorge Massano, confirmando que a t-shirt "foi encontrada antes da margem do rio, antes das pegadas", que aparentam ser da criança desaparecida.

"Tudo indica, dado o tamanho, que as pegadas sejam de uma criança", disse Jorge Massano. Detetadas perto do local onde foi recuperada a cadela e encontrada a peça de roupa, levaram a GNR a dar "prioridade a esse setor de busca" na tentativa de encontrar o menino desaparecido desde quarta-feira de manhã.

Segundo a GNR, as buscas vão ser intensificadas durante o dia, com especial atenção a poços e linhas de água identificados num reconhecimento do terreno feito ainda durante a noite.

"A intenção é alargar a área", disse Jorge Massano, em declarações aos jornalistas na zona das buscas por Noah, que desapareceu durante a manhã de quarta-feira.

O menino, com idade compreendida entre "os dois e os três anos", terá desaparecido de casa durante a manhã de quarta-feira. O alerta foi dado pelos pais, cerca das 8.30 horas de quarta-feira, desconhecendo-se as circunstâncias do sucedido.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG