Premium

Equipa de elite formada pela GNR matou 47 jiadistas do Estado Islâmico

Equipa de elite formada pela GNR matou 47 jiadistas do Estado Islâmico

Técnicas ensinadas por militares portugueses no Burkina Faso foram essenciais para sucesso de operação de combate ao Estado Islâmico.

Uma unidade policial de elite formada com o apoio da GNR eliminou 47 terroristas, durante um ataque a duas bases do Estado Islâmico (EI) no Burkina Faso, esta semana. A operação representa um duro golpe na célula da organização terrorista radicada naquela zona de África.

A GNR, através do Grupo de Intervenção de Operações Especiais (GIOE) da GNR, integra o projeto GARSI-Sahel desde 2017 e está responsável pela coordenação das unidades do Mali e do Burkina Faso. A formação aos polícias locais é ainda ministrada por forças de segurança de Espanha, França, Itália.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG