Crime

Esfaqueia rival que acusava de perseguição em bar em Sesimbra 

Esfaqueia rival que acusava de perseguição em bar em Sesimbra 

Um homem de 43 anos foi detido pela Polícia Judiciária de Setúbal por ter esfaqueado outro num bar em Sesimbra. O suspeito acusava a vítima de o perseguir e golpeou-o na cabeça com um canivete. A lâmina partiu-se e ficou alojada na cabeça da vítima, que sobreviveu graças à intervenção dos bombeiros e tratamento hospitalar.

O ataque ocorreu no dia 25 de janeiro. Suspeito e vítima, com a mesma idade, tinham histórico de conflitos dentro do bar onde ocorreu o crime. O agressor acusava o rival de o perseguir quando se dirigia ao WC ou mesmo de olhar para a sua companheira.

Na noite do crime, após uma discussão e consumo excessivo de álcool, o suspeito desferiu um golpe com um canivete que tinha em sua posse na cabeça do rival. O golpe foi de tal maneira violento que a lâmina com dez centímetros se partiu e ficou alojada na cabeça da vítima.

PUB

O suspeito colocou-se em fuga após o ataque e a vítima foi assistida no local pelos bombeiros e transportado para o hospital. Aqui recebeu tratamento e teve alta dias depois.

A Polícia Judiciária de Setúbal começou a investigar o caso e deteve o suspeito esta quarta-feira. O homem é conhecido das autoridades e antecedentes por diversos crimes, nomeadamente ameaças, resistência e coação sobre agentes da autoridade. Desde o dia do crime que estava em local incerto, mas regressou agora a casa, onde foi detido.

O suspeito está indiciado da prática de um crime de homicídio qualificado na forma tentada e, presente a tribunal para aplicação de medidas de coação, viu o Juiz de Instrução Criminal aplicar a medida mais pesada, prisão preventiva.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG