Exclusivo

Estado condenado a pagar 200 mil a funcionários da PJ

Estado condenado a pagar 200 mil a funcionários da PJ

Dívida relacionada com subsídio de risco acumulada em oito anos. Governo só aceita pagar após sentença.

O Estado foi obrigado a pagar, nos últimos dois meses, quase 200 mil euros a 100 funcionários da Polícia Judiciária (PJ), depois de ter sido condenado, duas vezes, em tribunal. Deste montante, mais de 34 mil euros são juros por uma dívida que se arrastava desde 2010 relacionada com o subsídio de risco. Outros 1500 trabalhadores, incluindo inspetores, inspetores-chefes e coordenadores só deverão receber quando houver decisão sobre uma terceira ação que decorre no Tribunal Central Administrativo.

Por não ter liquidado o valor em falta no prazo legal, a PJ enfrenta ainda uma queixa-crime na Procuradoria-Geral da República, e, tal como o seu diretor Luís Neves, uma participação disciplinar na Inspeção-Geral dos Serviços da Justiça.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG