Lisboa

Estudante terá matado colega e escondido cadáver

Estudante terá matado colega e escondido cadáver

Um estudante de Psicologia de 25 anos foi detido pela Polícia Judiciária, quarta-feira à noite, por alegadamente ter matado uma colega, de 23 anos, e escondido o cadáver.

O desaparecimento de Beatriz Lebre, também ela estudante de Psicologia numa universidade de Lisboa, foi comunicado à PSP pela família, que vive no Alentejo e estranhou não conseguir contactar com a jovem, que vivia sozinha na capital, por causa dos estudos.

A Polícia Judiciária foi chamada a investigar o caso e encontrou, na residência da jovem, um cenário compatível com homicídio, incluindo vestígios de sangue. O crime terá ocorrido no dia 22, sexta-feira, segundo revela a Polícia Judiciária em comunicado.

Quarta-feira, os indícios recolhidos foram considerados suficientes para deter um colega da vítima, Ruben, que terá confessado o crime. É suspeito de homicídio e ocultação de cadáver, que ainda não foi encontrado.

As autoridades fazem buscas junto ao Cais da Matinha, onde o cadáver terá sido depositado.

Segundo apurou o JN, o crime terá ocorrido num cenário de relação tóxica.

O suspeito do crime foi encontrado, esta manhã, na cela em que pernoitou, com os pulsos cortados, após uma tentativa de suicídio.

Outras Notícias