Tribunal

Ex-funcionária confessa burla que lesou Secundária de Felgueiras em 24 mil euros

Ex-funcionária confessa burla que lesou Secundária de Felgueiras em 24 mil euros

Começou a ser julgada esta quarta-feira, no Tribunal de Penafiel, uma ex-funcionária da Escola Secundária de Felgueiras que estava acusada de ter desviado 24 mil euros das contas bancárias da instituição, para três contas pessoais do filho.

A mulher, de 64 anos, confessou os factos cometidos entre setembro de 2014 e julho de 2017 e que levaram ao seu despedimento em fevereiro de 2019 e assumiu os desvios, que disse, foram feitos para pagar a faculdade do filho.

A arguida exercia funções de secretária do Conselho de Administração da Escola Secundária de Felgueiras, cargo que lhe dava acesso às contas bancárias da instituição, sendo da sua responsabilidade a preparação de operações para pagamento a fornecedores, operações estas que depois eram aprovadas por outro membro do Conselho Administrativo.

Aproveitando o acesso aos códigos das contas, entre setembro de 2014 e julho de 2017, a mulher realizou várias operações bancárias, utilizando documentos de despesas da escola já pagas, e transferiu cerca de 24 mil euros para três contas bancárias tituladas pelo seu filho.

Quando o esquema foi descoberto, a funcionária foi alvo de um processo disciplinar e foi despedida em fevereiro de 2019. Assumiu à data os factos, justificando a quantia - que devolveu na totalidade - foi usada para pagar a faculdade do filho.

Agora, no Tribunal de Penafiel, a mulher confessou novamente os crimes. Responde pelos crimes de peculato, falsidade informática na forma continuada e burla informática na forma continuada.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG