Operação Lex

Ex-líder da Federação, Rangel e banqueiro envolvidos em negócio de milhões

Ex-líder da Federação, Rangel e banqueiro envolvidos em negócio de milhões

João Rodrigues, ex-presidente da Federação de Futebol, foi advogado de ex-banqueiro do BESA e é o 12.º arguido. Em causa alegada influência em processos de Veiga e Vieira.

João Rodrigues, ex-presidente da Federação Portuguesa de Futebol, e ontem constituído 12.º arguido na Operação Lex, é elemento fulcral num dos enredos em torno do juiz desembargador Rui Rangel. A 19 de novembro de 2015, no Tribunal da Relação de Lisboa, foi proferido um acórdão que anulou o arresto de cerca de 30 imóveis pertencentes ao ex-banqueiro Álvaro Sobrinho. Este ex-administrador do BES Angola era e é um dos suspeitos de um desfalque de 130 milhões de euros daquele banco angolano controlado pelo BES. Com esta decisão, voltou à sua posse um património de dezenas de milhões de euros.

Leia a nossa Edição Impressa ou tenha acesso a todo o conteúdo no seu computador, tablet ou smartphone assinando a versão digital aqui

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG