Tribunal

Suspeito de ataque em Alcochete tentou agredir repórter

Suspeito de ataque em Alcochete tentou agredir repórter

Fernando Mendes, ex-líder da Juve Leo, e os outros três suspeitos de envolvimento nas agressões na Academia do Sporting estão no Tribunal do Barreiro para serem ouvidos por um juiz.

O ex-líder da Juve Leo Fernando Mendes e outro suspeito chegaram algemados numa carrinha da unidade especial de polícia chegaram por volta das 13.40 horas.

O último dos quatro detidos a chegar, por volta das 14.20 horas, tentou, segundo a agência Lusa observou no local, agredir, com um pontapé, um repórter fotográfico.

Os quatro homens foram detidos na quarta-feira à noite pela unidade de intervenção da GNR. São suspeitos da "prática dos crimes de introdução de lugar vedado ao público, ameaça agravada, ofensa à integridade física qualificada, sequestro, dano com violência, detenção de arma proibida agravada, incêndio florestal, resistência e coação sobre funcionário e terrorismo".

Os quatro homens deverão ser ouvidos durante a tarde pelo juiz de instrução criminal do tribunal do Barreiro, que decretou a medida de coação de prisão preventiva aos outros 23 detidos na sequência dos incidentes ocorridos na academia de Alcochete no passado dia 15 de maio.

No dia 15 de maio, a equipa de futebol do Sporting foi atacada na Academia do clube por um grupo de cerca de 40 alegados adeptos encapuzados, que agrediram técnicos, jogadores e funcionários.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG