Paços de Ferreira

Ex-polícia aterroriza mulher com quem casou duas vezes

Ex-polícia aterroriza mulher com quem casou duas vezes

Um polícia na reforma, de 66 anos, foi detido por agredir a mulher com a qual casou duas vezes.

Em 2015, o antigo agente da PSP, a residir em Paços de Ferreira, já tinha sido condenado a uma pena suspensa de dois anos e meio pelo crime de violência doméstica.

A vítima, de 64 anos, era obrigada a dar ao marido todo o dinheiro ganho nas limpezas, estava impedida de usar o fogão para confecionar as refeições e era forçada a tomar banho em água fria.

O casal manteve um casamento ao longo de 42 anos. Mas, em 2014, a mulher cansou-se das constantes ameaças, insultos e agressões de que era alvo e pediu o divórcio. Ao mesmo tempo, apresentou uma queixa por violência doméstica que culminou, um ano mais tarde, na condenação do marido a dois anos e meio de prisão. A pena ficou, contudo, suspensa na execução.

Ler mais na edição impressa ou no e-paper

Outros Artigos Recomendados