Exclusivo

Executado com dois tiros em ajuste de contas no tráfico de droga

Executado com dois tiros em ajuste de contas no tráfico de droga

Uma execução num ajuste de contas, com o tráfico de drogas como pano de fundo. É esta a principal pista de investigação da Polícia Judiciária (PJ) no homicídio de Eduardo Almeida, um jovem de 26 anos residente na Moita e com longo cadastro criminal, abatido com dois tiros, no centro da cidade do Porto, na noite de quarta-feira.

De acordo com informações recolhidas pelo JN, Eduardo Bôto Rodrigues Almeida tinha-se deslocado da Baixa da Banheira, na Moita, Setúbal, para o Porto, poucas horas antes do crime. Fez a deslocação de mais de 300 quilómetros por motivos ainda não totalmente apurados, mas tudo indica que tivesse marcado um encontro com alguém ligado ao submundo da criminalidade.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG