O Jogo ao Vivo

Exclusivo

Falta de resposta de Portugal obrigou alemães a libertar Brueckner

Falta de resposta de Portugal obrigou alemães a libertar Brueckner

Suspeito de matar Madeleine McCann andou mais de um mês em liberdade até ser detido de novo em Itália. Pedido feito ao Tribunal da Relação de Évora em 2018.

O principal suspeito do desaparecimento de Madeleine McCann teve de ser libertado em 2018 pela Justiça alemã por falta de resposta do Tribunal da Relação de Évora a um pedido sobre um formalismo legal que teria permitido manter Christian Brueckner preso. O episódio está relatado nas conclusões do advogado-geral do Tribunal de Justiça da União Europeia (TJUE), nas quais é recusada razão à contestação de Brueckner a um mandado de detenção europeu.

Brueckner, 43 anos, está preso em Kiel e tem para cumprir uma pena de sete anos de cadeia a que foi condenado por ter violado e extorquido, em 2005, uma turista americana de 72 anos, na praia da Luz, no Algarve.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG