Tancos

Faltam as munições de nove milímetros no material encontrado

Faltam as munições de nove milímetros no material encontrado

A Polícia Judiciária Militar recuperou quase todo o material de guerra furtado nos paióis de Tancos, à exceção das munições de nove milímetros.

Fonte da investigação disse à agência Lusa que o trabalho de peritagem para a identificação detalhada do material ainda não está concluído, mas já é possível confirmar que faltam as munições de pistola.

Em comunicado, a Polícia Judiciária Militar (PJM) anunciou que recuperou esta madrugada na região da Chamusca, a 21 quilómetros da base militar de Tancos, o material de guerra furtado, em colaboração com o núcleo de investigação criminal da Guarda Nacional Republicana de Loulé.

O material recuperado já se encontra nos Paióis de Santa Margarida, à guarda do exército, onde está a ser realizada a peritagem para a identificação mais detalhada.

No comunicado, a PJM refere que "prossegue a investigação criminal relativa a este furto que continua em segredo de justiça" e que o ministro da Defesa Nacional bem como o Departamento Central de Investigação e Ação Penal "foram informados das diligências em curso".

Entre o material roubado, divulgou o Exército em junho, encontravam-se granadas de mão ofensivas, munições de calibre de nove milímetros, granadas foguete anticarro, granadas de gás lacrimogéneo e explosivos.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG