Justiça

Filho de Joe Berardo também é arguido

Filho de Joe Berardo também é arguido

O filho de Joe Berardo, Renato Berardo, será uma das cinco pessoas que, na terça-feira, foram constituídos arguidos no âmbito da investigação ao empréstimo pela Caixa Geral de Depósitos de centenas de milhões de euros ao empresário, entre 2006 e 2009, para financiar a compra de ações no BCP.

A informação foi avançada pelo "Observador" e replicada por outros órgãos de comunicação social. Tal como o JN já noticiou, o processo conta, no total, com 11 arguidos: cinco pessoas e seis sociedades coletivas.

Dos cinco arguidos individuais, só dois foram detidos: Joe Berardo e o seu advogado de longa data, André Luiz Gomes. Entre os restantes, está o presidente do banco público à data dos factos, Carlos Santos Ferreira.

O Ministério Público suspeita que o financiamento de que Joe Berardo beneficiou foi atribuído sem que este desse garantias válidas para tal. O empresário madeirense, de 76 anos, está ainda a ser investigado por ter, alegadamente, dispersado e ocultado bens para evitar pagar as dívidas. O filho terá presumivelmente colaborado no esquema.

Em causa poderão estar crimes de burla, fraude fiscal e branqueamento e, no caso de Carlos Santos Ferreira, administração danosa.

Pelas 19 horas desta quarta-feira, Joe Berardo permanecia no Tribunal Central de Instrução Criminal, em Lisboa, para ser interrogado pelo juiz Carlos Alexandre. André Luiz Gomes será igualmente ouvido pelo magistrado.

As medidas de coação podem ser conhecidas apenas na quinta-feira.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG