Santarém

Filmou-se a agredir violentamente a companheira

Filmou-se a agredir violentamente a companheira

Imagens chegaram a amigos da vítima e a uma ativista pelos direitos das mulheres, tornando-se virais após serem publicados nas redes sociais. Agressor com vários processos por violência doméstica está a ser procurado pela PSP

Um homem filmou-se a agredir violentamente a companheira e enviou os vídeos para um conhecido que, posteriormente, os fez chegar a amigos da vítima. A agressão ocorreu na noite de sábado e as imagens do espancamento tornaram-se virais, nesta segunda-feira, quando uma ativista pelos direitos das mulheres as publicou nas redes sociais. A PSP esteve na casa do Entroncamento, Santarém, onde ocorreu o episódio violento, mas não conseguiu deter o agressor, que enfrenta vários processos de violência doméstica.

As imagens são violentas e mostram uma mulher, de 30 anos, com a cara ensanguentada e a ser agredida à estalada. Ao mesmo tempo, o agressor obriga-a a olhar para a câmara do telemóvel, enquanto a insulta. Noutro vídeo, vê-se a roupa da cama suja com sangue da vítima que, fruto das agressões, sofreu lesões graves no nariz e, ainda na noite de sábado, teve de receber assistência médica no Hospital de Abrantes.

PUB

Depois de consumar o ataque, o homem enviou os vídeos para um conhecido e foi este que, chocado com o que via, os reencaminhou para uma amiga da vítima. E esta, temendo pela vida da jovem, pediu ajuda a Francisca Magalhães Barros, uma ativista que, já nesta segunda-feira, publicou os vídeos nas suas redes sociais, denunciando a bárbara agressão.

PSP já apurou identidade de agressor em fuga

Também nesta segunda-feira, a vítima deslocou-se a uma esquadra da PSP para formalizar a queixa contra o agressor que, por continuar em paradeiro incerto, ainda não foi ouvido pela PSP. "O Comando Distrital de Santarém da PSP, através da Esquadra do Entroncamento, na madrugada do passado dia 7 de novembro de 2021, teve notícia de uma situação de agressões entre casal, numa residência particular, na cidade do Entroncamento. De imediato, os polícias deslocaram-se ao local, tendo constatado que a vítima apresentava vários ferimentos visíveis na face. Não foi possível intercetar o suspeito, atendendo a que o mesmo se colocou em fuga", refere fonte oficial.

O Comando de Santarém afirma, no entanto, que o agressor "está devidamente identificado" e confirma "a existência de anteriores processos de violência doméstica entre este mesmo casal, verificados no ano de 2020 e no início do presente ano de 2021".

A PSP continua a acompanhar o caso e elaborou um plano de segurança para a vítima.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG