Grândola

Fogem a alta velocidade da GNR depois de furtar catalisador

Fogem a alta velocidade da GNR depois de furtar catalisador

Dois homens de 20 e 41 anos fugiram da GNR de Grândola depois de furtar catalisadores em Grândola e só foram detidos na autoestrada, depois de uma perseguição dentro da vila que colocou em perigo transeuntes e os próprios militares.

O caso ocorreu na sexta-feira. Os militares receberam uma denúncia a dar conta de um alegado furto de catalisador e deslocaram-se de imediato para o local.

Os militares encontraram os suspeitos numa viatura que acelerou para a fuga. A Guarda montou uma operação para intercetar a viatura em fuga que ziguezagueava na estrada para evitar a interceção, colocando em perigo os militares e a população.

Os suspeitos entraram na autoestrada A2 em direção a Lisboa. Tentaram escapar, mas a GNR conseguiu deter os suspeitos, impedindo que estes colidissem com outras viaturas a alta velocidade.

Os homens foram detidos por furto de catalisador e condução perigosa e mais tarde libertados pelo tribunal. Ficaram sujeitos a Termo de Identidade e Residência, sem mais nenhuma medida privativa da liberdade.

Dentro da viatura foram apreendidos diversos objetos utilizados nos furtos, nomeadamente, oito discos de corte e uma rebarbadora.

A operação contou com o reforço de militares do Posto Territorial da Comporta, do Posto Territorial de Troia, do Posto Territorial de Alcácer do Sal, do Núcleo de Proteção da Ambiental (NPA) de Grândola, do Posto de Trânsito de Grândola e da Força Eventual de Prevenção Criminal do Comando Territorial de Setúbal.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG