Santarém

Foi detido por agredir mulher com ferro de engomar, mas violência durava há 25 anos

Foi detido por agredir mulher com ferro de engomar, mas violência durava há 25 anos

A violência física e psicológica foi suportada em silêncio durante 25 anos, mas atingiu os limites esta semana, quando o agressor, de 48 anos, resolveu atirar um ferro de engomar à cabeça da mulher, provocando-lhe ferimentos graves.

Denunciado às autoridades, o homem foi detido e obrigado a abandonar a casa que partilhava com a vítima, no concelho de Santarém, informou esta quinta-feira a GNR.

Segundo o Comando Territorial da GNR de Santarém, a detenção ocorreu na passada terça-feira, depois de uma investigação conduzida pelo Núcleo de Investigação e Apoio a Vítimas Específicas, relacionada com um processo de violência doméstica.

Na sequência das diligências realizadas pelos militares da GNR, veio a apurar-se que "o suspeito agrediu física e psicologicamente, de forma reiterada, durante os 25 anos de casamento, a mulher", agora com 47 anos, e o filho de 19. Num dos últimos episódios de violência, adianta a GNR, o detido "arremessou um ferro de engomar com caldeira contra a cabeça da vítima", provocando-lhe ferimentos graves.

Ouvido em primeiro interrogatório judicial, o homem foi obrigado a abandonar a residência e ficou proibido de contactar com a ofendida. Enquanto aguarda o desenvolvimento do processo, vai ser controlado por pulseira eletrónica e terá de sujeitar-se a tratamento à dependência de bebidas alcoólicas.