O Jogo ao Vivo

Sintra

Fotos nas redes sociais tramam falso oficial da PSP

Fotos nas redes sociais tramam falso oficial da PSP

Um homem de 48 que se fazia passar por oficial da PSP nas redes sociais foi detido em Sintra pela Polícia que lhe apreendeu a farda e as insígnias, além de uma pistola de alarme que também exibia. Foi intercetado ao volante de uma viatura, apesar de não ter carta.

O caso chegou ao conhecimento de agentes da Divisão da PSP de Loures em agosto. "Um indivíduo do sexo masculino, através das redes sociais e fotos publicadas, ostentava o fardamento completo de uma das unidades de elite desta polícia, bem como exibia uma possível arma de fogo, criando ainda a convicção junto dos seus vizinhos e alguns conhecidos que seria oficial da PSP e pertencente ao Grupo de Operações Especiais", informa esta terça-feira a Polícia em comunicado.

Não tardou muito até o suspeito ser identificado e muitas provas serem recolhidas para fundamentar a investigação e a emissão de mandado de detenção. Em causa estavam pelo menos os crimes de abuso de designação, sinal ou uniforme e eventualmente a posse de uma arma ilegal.

PUB

Mas ainda falta juntar a este rol outro crime. Quando foi intercetado, pelas 6.50 horas, na freguesia de Belas, em Sintra, o suspeito conduzia um automóvel, mas, na hora de apresentar os documentos, ficou a saber-se que não tinha carta, pelo que também vai responder em tribunal por isso.

Numa busca efetuada à residência, os agentes viriam a "localizar e apreender diversas insígnias e peças de fardamento habitualmente usadas pelos operacionais da PSP, bem com uma pistola de alarme, logrando-se assim obter a correspondência com as fotografias publicadas nas redes sociais", refere a Polícia.

O detido levado perante um juiz de instrução do tribunal de Loures que decidiu libertá-lo, mediante a prestação de termo de identidade e residência.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG