Cascais

Funcionário municipal detido por espancar e deixar mulher dois dias sem ajuda

Funcionário municipal detido por espancar e deixar mulher dois dias sem ajuda

Um homem de 50 anos, suspeito de ter espancado a mulher e de a ter deixado dois dias em casa, incapaz de pedir ajuda, foi detido no sábado em Cascais pela GNR de Lisboa.

O suspeito foi libertado esta segunda-feira, com pulseira eletrónica, por um juiz de Instrução Criminal.

Segundo o jornal digital Cascais24, que identifica o suspeito como um funcionário da Câmara Municipal de Cascais, que trabalha na área da logística, o homem vai ficar em prisão domiciliária na habitação da mãe.

O suspeito foi detido este sábado por militares do Núcleo de Investigação a Vítimas Específicas do Comando Territorial da GNR de Lisboa e passou o fim de semana de Páscoa nos calabouços do Subdestacamento de Alcabideche.

No entanto, a violenta agressão de que foi vítima a mulher, de 49 anos, ocorreu no passado dia 4, um sábado, na habitação do casal, no Pai do Vento, na freguesia de Alcabideche.

Incapaz de pedir ajuda durante dois dias, devido às violentas agressões, só na segunda-feira seguinte a mulher conseguiu denunciar o caso às autoridades.

A investigação por violência doméstica passou, então, para a alçada do núcleo da GNR especializado nestes casos, que só este sábado conseguiu obter mandado de detenção para o suspeito, que acabou detido.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG