Estado de emergência

GNR controla passagem de veículos na portagem dos Carvalhos em Gaia

GNR controla passagem de veículos na portagem dos Carvalhos em Gaia

Quarenta militares da GNR apoiados por 12 viaturas, três motorizadas e três brigadas cinotécnicas estão desde as 15 horas nas portagens dos Carvalhos, em Vila Nova de Gaia, a controlar os veículos que circulam no sentido Sul/Norte.

A iniciativa insere-se numa operação de sensibilização para o cumprimento do dever geral de isolamento, explicou à Lusa o porta-voz da GNR, capitão Francisco Martins.

Por forma a controlar as viaturas, apenas dois pórticos das portagens na A1 estão abertos, sendo as viaturas, assim que os atravessam, conduzidas na direção de militares da GNR que, de luvas e máscaras e cumprindo uma distância de segurança de cerca de dois metros, solicitam aos condutores justificações para estarem a circular.

"Caso não apresentem justificação prevista na lei do estado de emergência os condutores são convidados a regressar às suas casas, devendo fazê-lo saindo da autoestrada no nó de Grijó [cerca de dois quilómetros à frente]", disse à Lusa o porta-voz.

Francisco Martins confirmou que a operação stop em curso decorre com a GNR "já em posse da Lista de Cidadãos com Dever de Isolamento", que se encontra "no Centro Operacional da GNR" e que será consultada "caso o comportamento do condutor levante suspeitas ou este viaje num carro com matrícula estrangeira", acrescentou o militar.

O dispositivo conta ainda com um drone enquanto num dos carros é repetido de forma exaustiva um aviso sonoro para que "os cidadãos fiquem em casa" e que a desobediências "constitui crime".

A operação vai decorrer até às 19 horas e, neste período, apenas as ambulâncias não serão abordadas pela GNR, informou o porta-voz.