Algarve

Rapaz de 13 anos agredido a soco e pontapé pelo pai

Rapaz de 13 anos agredido a soco e pontapé pelo pai

Um menino de 13 anos foi hospitalizado, no sábado, após denunciar que tinha sido agredido pelo pai em Tavira. Pais saíram de casa para ir a uma festa e filho aproveitou a ausência para revelar o que aconteceu.

No sábado ao final da tarde, o menino contou a uma tia que, na quarta-feira passada, foi fechado no quarto e agredido com socos e pontapés pelo pai por não ter feito as fichas da escola. Depois das agressões, os pais saíram de casa, em Santo Estevão, dizendo que regressariam dentro de uns dias. O menor ficou entregue ao avô materno, de 79 anos, que vive na mesma habitação.

Perante os relatos do sobrinho, a mulher alertou os meios de socorro e as autoridades. O menino aproveitou a ausência dos pais para denunciar as agressões, garantindo que não era a primeira vez que acontecia, e contar que tem medo do pai. Disse ainda que o avô também já foi agredido.

O rapaz foi transportado para o Centro Hospitalar Universitário do Algarve, em Faro, com queixas de fortes dores abdominais. Tem marcas de agressão numa perna. Ainda está em observação na Pediatria e vai continuar internado, pelo menos, mais uma noite. A tia está com ele.

Entretanto, os pais do menor, que têm outro filho de cinco anos, já estão em casa e, segundo a GNR, tinham ido a uma festa.

A Comissão de Proteção de Crianças e Jovens (CPCJ) e a Segurança Social foram alertadas da situação.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG