Leiria

GNR trava fuga de condutor que danificou radar e causou acidente

GNR trava fuga de condutor que danificou radar e causou acidente

Automobilista que partiu aparelho móvel na A19, em Leiria, foi detido pela GNR.

A GNR deteve um automobilista, de 31 anos, que destruiu um radar de controlo de velocidade, com uma barra de ferro, e ainda causou um acidente, esta sexta-feira, na freguesia de Parceiros, Leiria.

O radar (móvel) estava num ponto da A19, junto a um acesso ao IC2, onde o limite de velocidade são 100 km/h. Sabedor da sua localização, o suspeito encostou o carro à berma, saiu com uma barra de ferro e partiu o aparelho.

Porém, uma patrulha da GNR controlava o radar ali perto, vê a cena e arranca em perseguição do suspeito. Um terceiro automobilista, à frente do fugitivo, apercebe-se e afrouxa, para ajudar a GNR. Nisto, o suspeito embate numa lateral do automóvel da frente, e mete-se pela saída para o IC2. Mas, alertada, outra patrulha da Guarda interceta e detém o fugitivo, uns dois quilómetros à frente, conta Rui Costa, capitão da GNR.

O suspeito, a quem a GNR apontou um crime de dano qualificado, não tem cadastro. "Tem uma profissão", disse o capitão Rui Costa, recusando-se, contudo, a dizer qual. Informou, sim, que o detido não deu explicação para o seu ato.

Outra fonte da GNR, sob anonimato, contou que o homem, entretanto libertado, trabalha para um empresário de Leiria, que fora apanhado pelo mesmo radar em excesso de velocidade. A ideia, concretizou, era agradar ao patrão.

O radar destruído, estima Rui Costa, valia "dezenas de milhar de euros".

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG