Grândola

Grupo furtou toneladas de cortiça durante a noite ao longo de três meses

Grupo furtou toneladas de cortiça durante a noite ao longo de três meses

Um grupo de seis homens dedicou-se ao longo dos últimos meses ao furto de cortiça em herdades do concelho de Grândola no valor de 21 mil euros.

Aproveitavam a noite para entrar nas propriedades e remover a cortiça das árvores sem que ninguém desse por isso.

A GNR deteve o grupo este domingo e na casa do recetador, os militares encontraram mais de dez toneladas de cortiça. Os seis indivíduos, com idades entre os 26 e 57 anos, foram esta segunda-feira presentes a tribunal e foram libertados. Dois com pulseira eletrónica e os restantes com apresentações periódicas à esquadra da residência.

Ao que foi possível apurar, a GNR estranhou o elevado número de queixas apresentadas por proprietários lesados pelos roubos e desde há três meses que começou a investigar. Neste domingo, numa ação que contou com militares de Grândola e do Destacamento de Intervenção, detiveram os suspeitos que mantinham esta rede de roubo de cortiça.

Os indivíduos têm já antecedentes relacionados com o tráfico de estupefacientes, furtos, condução ilegal e posse ilegal de armas. Para além das dez toneladas de cortiça, a GNR apreendeu em casa dos suspeitos sete machados de tirar cortiça, uma motosserra, uma planta de canábis, uma espingarda, uma carabina de ar comprimido, 62 cartuchos e munições, dois veículos.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG