Premium

Guerra de padres em Canelas chega a tribunal

Guerra de padres em Canelas chega a tribunal

Miguel Rangel Oliveira e Luzia Beatriz Pereira começam a ser julgados esta quarta-feira, no Tribunal de Gaia, acusados, ele, de difamação agravada, e ela, de injúria agravada e ameaça agravada ao vigário-geral da diocese do Porto, António Coelho de Oliveira, no conturbado caso da destituição do padre Roberto de Sousa como pároco de Canelas, em Gaia, em 2014.

Miguel Rangel foi o criador de um movimento de protesto contra a saída do pároco.

O então bispo do Porto, D. António Francisco dos Santos, falecido em 2017, decidiu transferir o padre Roberto para outra paróquia, gerando um descontentamento popular que dura até aos dias de hoje.

Outros Artigos Recomendados