O Jogo ao Vivo

Premium

"Hacker" Rui Pinto espiava o próprio processo

"Hacker" Rui Pinto espiava o próprio processo

Rui Pinto apanhado na Hungria com cópia digital de mais de 1400 páginas da investigação em segredo. Acusado de 147 crimes de tentativa de extorsão, acesso ilegítimo, sabotagem informática e violação de correspondência.

Enquanto negociava com Nélio Lucas uma "doação" entre 500 mil e um milhão de euros, Rui Pinto, escondido atrás da personagem Artem Lubosov, percebeu que este não cederia e já o tinha denunciado à PJ. O gestor da Doyen tentou negar e perguntou se este tinha a certeza. O "hacker" foi taxativo: "Certeza absoluta". E era verdade.

Segundo a acusação do Ministério Público, a 16 de outubro de 2015 a PJ tinha enviado para a Yandex LLC (servidor de internet russo) um pedido de identificação. E tal chegou ao conhecimento do pirata.