Tribunal

"Hoje recuperei um pouco da minha crença na Justiça", diz Bruno de Carvalho

"Hoje recuperei um pouco da minha crença na Justiça", diz Bruno de Carvalho

O ex presidente do Sporting comentou, através das redes sociais, o pedido de absolvição do Ministério Público no processo do ataque à Academia de Alcochete, mas garantiu que "nada está ganho".

Bruno de Carvalho enalteceu a postura de Fernanda Matias, "uma Mulher com m grande". "Clara, objetiva, honesta e apenas movida pela vontade de fazer justiça", postura essa que não reconheceu em Cândida Vilar, contra quem sempre se mostrou.

"Recuperei um pouco da minha crença na justiça", escreveu nas redes sociais. Bruno de Carvalho dedicou ainda o pedido de absolvição à sua família, aos seus advogados, em especial Miguel Fonseca, e a todos os que acreditaram na sua inocência. "Ainda nada está ganho, mas esta sensação de início de justiça tinha de ser partilhada com todos", conclui.

De referir que a juíza Sílvia Pires dispensou esta quarta-feira os arguidos das próximas sessões do processo do ataque à Academia do Sporting devido ao surto de Covid-19, no final da 36.ª sessão do julgamento que decorre no tribunal de Monsanto.

"Face à situação de saúde pública que o país vive, os arguidos virão, se assim o entenderem. Não os obrigo a vir. Não quero que a obrigação de vir ao tribunal implique qualquer situação de saúde pública. Se não quiserem vir, o tribunal dispensa-os de vir. Estão no vosso direito", afirmou a juíza, após as alegações finais de vários advogados durante esta tarde.

Outras Notícias