Lisboa

Homem agredia e perseguia jovem de quem abusou centenas de vezes

Homem agredia e perseguia jovem de quem abusou centenas de vezes

Um homem, de 62 anos, foi detido em Lisboa pela Polícia Judiciária após ter abusado centenas de vezes de uma jovem, de 22 anos. Os abusos duraram seis anos e quando a vítima quis terminar com os abusos, o detido agrediu-a física e psicologicamente.

De acordo com a PJ, "os atos de cariz sexual foram cometidos em ocasiões distintas, e por inúmeras vezes, na própria habitação do suspeito, mediante contrapartidas monetárias e materiais, iniciando-se quando a vítima tinha 16 anos".

O indivíduo, que ficou na posse de fotos íntimas da vítima, agrediu-a verbal e fisicamente por a mesma, após ter atingido a maioridade, se recusar a continuar a relacionar-se sexualmente com ele.

Tal recusa levou a que o autor perseguisse frequentemente a vítima, situação que se prolongou até há pouco tempo.

Está indiciado por mais de uma centena de crimes de recurso à prostituição de menores, na forma agravada, e ainda de crimes de perseguição, agravada, de pornografia de menores e de ofensa à integridade física simples.

O detido foi ouvido em primeiro interrogatório judicial, tendo-lhe sido aplicada a medida de coação de prisão preventiva.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG