Póvoa de Lanhoso

Homem escutado pela GNR a fazer ameaças fica proibido de se aproximar da companheira

Homem escutado pela GNR a fazer ameaças fica proibido de se aproximar da companheira

Um homem da Póvoa de Lanhoso, detido na quinta-feira pela GNR, por violência doméstica, ficou proibido de se aproximar da casa da vítima, na freguesia de Garfe, por determinação do Tribunal de Braga.

O arguido fica sujeito a apresentações periódicas e proibido de contactar a vítima por qualquer meio, situação que será controlada por pulseira eletrónica. O homem, de 28 anos, está indiciado por um crime de violência doméstica.

Os acontecimentos que deram origem à detenção aconteceram na madrugada desta quinta-feira. A companheira, de 23 anos, colocou em alta voz o telemóvel, ao mesmo tempo que contactava o Posto da GNR da Póvoa de Lanhoso, para que se ouvissem as ameaças do agressor.

Dirigindo-se ao local, a GNR encontrou a jovem escondida no exterior do edifício ao mesmo enquanto o homem proferia ameaças de morte.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG