O Jogo ao Vivo

Violência doméstica

Homem mata mulher à pancada e avisa o filho em Sintra

Homem mata mulher à pancada e avisa o filho em Sintra

Uma mulher foi assassinada pelo marido, na madrugada deste sábado, em Manique de Cima, Sintra.

Naturais da Moldávia mas a residir em Portugal há vários anos, Maria, de 59 anos, e Vasile, de 61, viviam sozinhos no anexo de uma moradia daquela localidade há cerca de um ano e meio. Por motivos que ainda estão por apurar, o homem terá espancado a mulher, que não sobreviveu aos ferimentos.

De acordo com os Bombeiros Voluntários de São Pedro de Sintra, o suspeito não utilizou qualquer arma durante as agressões, o que leva a crer que a mulher tenha sido espancada.

Alertado pelo próprio suspeito, o filho de ambos ligou para os serviços de emergência que, chegados ao local, encontraram a vítima já em paragem cardiorrespiratória. Quando a polícia chegou ao local, o homem não ofereceu resistência e entregou-se.

Ouvido pelo JN, Daniel Caetano, proprietário do imóvel e residente na casa principal, mostrou-se chocado com o homicídio, até porque - contou - nada fazia prever um desfecho como este. O casal parecia dar-se bem e costumava, inclusivamente, ir tomar café a casa do senhorio. Daniel adiantou que a discussão terá sido "silenciosa", uma vez que não se apercebeu de quaisquer desacatos no anexo. Quando acorreu ao local, encontrou a mulher com "a cara cheia de sangue" e acabou por ser retirado pela GNR. Segundo relatou o proprietário, o alegado agressor repetiu várias vezes pedidos de desculpa.

A ocorrência registou-se às 2.13 horas deste sábado. No local, estiveram os Bombeiros Voluntários de São Pedro de Sintra, o INEM, a GNR e a Polícia Judiciária.

O corpo já foi recolhido.