Crime

Perseguiu ex-mulher e matou à facada amigo que a tentava defender em Cascais

Perseguiu ex-mulher e matou à facada amigo que a tentava defender em Cascais

Um homem de 41 anos morreu, esta quarta-feira à noite, na sequência de um esfaqueamento na zona de Cascais. Uma mulher ficou ferida nas mãos e o suspeito, seu ex-marido, já foi detido.

De acordo com o Comando Metropolitano da PSP de Lisboa, o óbito foi declarado no local. Fonte da PSP não esclareceu a relação entre o suspeito e a vítima, mas o JN sabe que o homem estava a proteger uma amiga, ex-mulher do agressor, que também ficou ferida.

No local, uma moradia na Rua de Júlio da Silveira, os Bombeiros Voluntários de Carcavelos, alertados cerca das 23.10 horas, encontraram um homem com diversas perfurações de arma branca e em paragem cardiorrespiratória e uma mulher com ferimentos de arma branca nas mãos.

"Estivemos em manobras de reanimação até à chegada da VMER (Viatura Médica de Emergência e Reanimação) de Cascais, que ainda continuou as manobras durante algum tempo, mas foi impossível reverter a situação e a vítima acabou por morrer", contou ao JN Ricardo Pastor, adjunto do Comando dos Bombeiros Voluntários de Carcavelos.

Quando os bombeiros chegaram já o agressor estava sob custódia da PSP. Será o ex-marido da mulher ferida, que a estaria a perseguir, tendo sido confrontado pelo homem, que foi em socorro da amiga.

O caso foi comunicado à Polícia Judiciária (PJ), que iniciou de imediato as diligências.

PUB

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG