Almada

Homem que bateu na mulher e a perseguiu condenado a dois anos de prisão efetiva

Homem que bateu na mulher e a perseguiu condenado a dois anos de prisão efetiva

O Tribunal de Almada condenou a dois anos de prisão efetiva um homem por violência doméstica. O arguido foi detido depois de uma perseguição, a pé, à mulher nas ruas de Almada, em julho de 2019.

A vítima já tinha saído de casa onde ambos moravam, encontrando acolhimento numa casa de abrigo após várias queixas de violência doméstica. O agressor, residente em Felgueiras, conseguiu descobrir o paradeiro da vítima, através da filha de ambos e, no dia 17 de julho, encontrou-a em Almada.

Intercetou-a na rua, atravessando o veículo que conduzia à sua frente e depois perseguiu-a, a pé, até um estabelecimento comercial onde esta se refugiou. Lá dentro, à frente de todos que aí se encontravam, disse à vítima que esta era dele e não podia fugir, arrancando-lhe, à força, o telemóvel das mãos.

Acabou, depois, por se colocar em fuga, sendo posteriormente detido nas imediações do local de trabalho da vítima.

Após cumprimento da prisão efetiva, o arguido fica ainda proibido de contactar a mulher, por qualquer meio, durante quatro anos, sendo que terá de lhe pagar uma indemnização de 1500 euros.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG