Exclusivo

Homicida do Dragão diz que usou faca da vítima para defender o pai

Homicida do Dragão diz que usou faca da vítima para defender o pai

Renato Gonçalves garantiu ao juiz que Igor Silva é que tinha uma faca e que julgou tê-lo visto a esfaquear o pai, "Marco Orelhas". Jovem vai aguardar julgamento em prisão preventiva.

Renato Gonçalves, o jovem de 19 anos detido pela Polícia Judiciária (PJ) por ter esfaqueado mortalmente Igor Silva na festa do título do F. C. do Porto, foi colocado em prisão preventiva na terça-feira. O suspeito garante ter usado uma faca da própria vítima para a golpear, após ter julgado que Igor tinha esfaqueado o pai, "Marco Orelhas", no meio da confusão das agressões, nas imediações do Estádio do Dragão. Renato alega ainda ter apenas dado uma facada à vítima, que, porém, morreu de múltiplos golpes.

É a versão que Renato Silva apresentou à justiça: limitou-se a responder às agressões que a vítima mortal provocou na noite da festa do título de campeão nacional do F. C. do Porto. De acordo com informações recolhidas pelo JN, o jovem reconheceu existir um clima de tensão entre a sua família e Igor Silva.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG