Crime

Homicida de freira detido de madrugada

Homicida de freira detido de madrugada

Após longas horas de interrogatório e só de madrugada, o suspeito do homicídio de uma freira em São João da Madeira, no domingo, foi detido pela Polícia Judiciária. O homem saiu da prisão há três meses, após ter cumprido pena por violação.

No domingo, Antónia Guerra de Pinho, 61 anos, foi encontrada sem vida na cama do ex-recluso, na Rua de Arrifana, em S. João da Madeira. Só a autópsia vai determinar a implicação do cadastrado na morte e se houve relação sexual ou mesmo violação.

A freira, apelidada de "Tona", era muito conhecida na cidade por ser radical. A população está em choque. O carro da freira estava estacionado à porta da casa de Alfredo, conhecido por "Tito", que fica a 10 minutos da casa de Antónia. A freira terá saído de casa para ir à missa, pelas 8 horas, mas nunca chegou a entrar na igreja, onde ficava sempre no mesmo lugar. A mãe, com quem ela vivia, já teria telefonado a hospitais e Polícia.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG