Mira

GNR identifica suspeito de burlar dez pessoas em vendas online

GNR identifica suspeito de burlar dez pessoas em vendas online

A GNR identificou um homem de 25 anos, no concelho de Mira, suspeito de burlar dez pessoas em plataformas de compra e venda online como o OLX, afirmou esta quarta-feira o Comando Territorial de Coimbra.

O suspeito abordava as vítimas em plataformas como o OLX ou o Facebook, onde estas colocavam bens à venda, e depois de demonstrar interesse nos objetos, "enviava falsos comprovativos de transferências bancárias", disse à agência Lusa o comandante do Destacamento de Cantanhede da GNR, Filipe Mendes.

"Perante os comprovativos que julgavam ser verdadeiros, as vítimas entregavam os objetos, só se apercebendo mais tarde que não tinham recebido o dinheiro do suspeito, que por sua vez ficava incontactável", concluiu a investigação que durou seis meses.

No decorrer de duas buscas domiciliárias, os militares apreenderam um computador portátil, três telemóveis e dois motociclos, bens que agora "serão entregues aos legítimos proprietários".

Segundo Filipe Mendes, há "pelo menos dez denúncias" de vítimas de todo o território nacional, acreditando que alguns dos bens que o arguido conseguiu com as burlas acabaram por ser vendidos.

"É aconselhável que as pessoas confirmem e que tenham a certeza que receberam o dinheiro ou, havendo essa possibilidade, que tenham a troca presencialmente e recebam em numerário", salientou.

O comandante do Destacamento de Cantanhede referiu que também quando uma pessoa compra a partir destas plataformas e no caso de uma troca presencial deve confirmar que o "aparelho está a funcionar e não está a comprar gato por lebre".

PUB

Filipe Mendes notou ainda que se tem registado "um acréscimo deste tipo de situações".

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG