Fogo

Incendiária de Viana do Castelo em prisão preventiva

Incendiária de Viana do Castelo em prisão preventiva

A alegada responsável por sete incêndios florestais em Viana do Castelo detida pela PJ de Braga ficou em prisão preventiva ao início da tarde desta sexta-feira.

Com cadastro por crimes de fogo posto, a suspeita, de 45 anos, conhecida pela alcunha de "Saias", já tinha sido presa em 2017, por um incêndio florestal ateado na localidade de Padreiro, do concelho de Arcos de Valdevez.

Segundo as investigações criminais da Polícia Judiciária de Braga, a suspeita terá cometido sete crimes de fogos florestais, nos meses de julho e agosto de 2021 e de 2022, todos em Portela Jusã, no concelho de Viana do Castelo, próximos da sua residência, o último dos quais na passada sexta-feira.

PUB

Ainda de acordo com as conclusões da PJ de Braga, a detida, com problemas de alcoolismo crónico, atuou sempre por incendiarismo, uma tendência que se acentua sempre que consome bebidas alcoólicas em excesso, o que sucederia nos casos em que foram colocados os incêndios florestais naquela localidade do Alto Minho.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG