Castelo Branco

Detido sapador florestal suspeito de atear fogo em Oleiros

Detido sapador florestal suspeito de atear fogo em Oleiros

Um sapador florestal, de 25 anos, foi detido por suspeita de ter ateado, a 17 de julho, um fogo que destruiu 291 hectares de floresta no concelho de Oleiros, distrito de Castelo Branco.

"A Polícia Judiciária (PJ), através da Diretoria do Centro, "identificou e deteve um homem, casado, sapador florestal, pela presumível prática de um crime de incêndio florestal em terreno povoado por mato, pinheiros e eucaliptos", anunciou aquela força policial esta quinta-feira.

O suspeito "ateou o incêndio utilizando um engenho incendiário e teve como motivação o participar no combate às chamas", adianta o comunicado.

O incêndio, que teve origem nas proximidades de Mosteiro, Oleiros, pelas 15.50 horas de 17 de julho, atingiu "grande dimensão", destruindo cerca de 291 hectares de vegetação.

Na operação de detenção do suspeito, a Polícia Judiciária contou com a colaboração da GNR de Oleiros e da Sertã (distrito de Castelo Branco).

O detido vai ser presente às autoridades judiciárias competentes para primeiro interrogatório e aplicação das medidas de coação tidas por adequadas.

PUB

Este ano, a Judiciária identificou e deteve 42 pessoas pela autoria do crime de incêndio florestal.

Mais Notícias

Outros Conteúdos GMG