Exclusivo

Inquérito do caso "bebé sem rosto" perto do fim

Inquérito do caso "bebé sem rosto" perto do fim

Ministério Público já recebeu parecer do Instituto Nacional de Medicina Legal e aguarda apenas decisão disciplinar da Ordem dos Médicos para acusar.

O Ministério Público (MP) de Setúbal já recebeu o parecer do Instituto Nacional de Medicina Legal (INML) sobre a conduta do obstetra Artur de Carvalho no caso do bebé Rodrigo, de Palmela, que nasceu com malformações não detetadas durante a gravidez, e está mais perto de terminar o inquérito. Continua a faltar, porém, no processo crime, a decisão disciplinar da Ordem dos Médicos, que o MP já pediu. O bastonário desconhece o pedido. "A existir, tem de ser respondido", afirmou Miguel Guimarães ao JN.

Outras Notícias

Outros Conteúdos GMG